Voluntários da ONG Sonhar Acordado de diferentes localidades trabalharam na construção no Colégio Mão Amiga, no Paranoá

Durante o feriado de carnaval, mais de 70 sonhadores de diferentes localidades deixaram o glitter e a fantasia de lado para se unir em torno de um objetivo muito especial: a construção de uma capela em homenagem à São João Paulo II, no Paranoá. A iniciativa foi liderada pelo Superação, programa do Sonhar Acordado que busca fortalecer a esperança e reanimar a vitalidade das regiões de vulnerabilidde social por meio da construção de capelas, pinturas e reformas de ambientes como abrigos, casas de acolhida, bibliotecas, entre outros.

Ao longo dos quatro dias de construção, os voluntários vivenciaram experiências de muito trabalho e também de formação, essência do movimento e do trabalho dos apostolados. Em 2019, a virtude que norteará as ações do Sonhar Acordado será a Fé, tema que guiou os voluntários durante os quatro dias de Superação. “Trabalhamos a Fé como ‘o ato de acreditar que os valores existem’, o que foi feito de maneira mais direta por meio de diversas atividades formativas. O próprio fato de 70 jovens dedicarem quatro dias a uma obra da qual a maioria não usufruirá já é uma grande prova de fé”, comenta Filipe Domiano, Diretor Nacional do Sonhar Acordado.

A construção de uma capela durante o carnaval faz parte do calendário de atividades nacionais da ONG e reuniu voluntários de Campinas, Jundiaí, São Paulo, São José dos Campos, Curitiba e Rio de Janeiro. Para Filipe, esse tipo de iniciativa tem grande importância para o fortalecimento e união do Sonhar Acordado como um apostolado.

“Atividades como essa nos oferecem uma chance única de estarmos conectados, de aprendermos e ensinarmos e de percebermos o amplo alcance e a responsabilidade das nossas ações”, diz o Diretor.

O programa Superação já ergueu 31 capelas desde 2010, sendo esta a primeira fora do eixo Rio- São Paulo, um presente para a comunidade do colégio Mão Amiga e membros do movimento Regnum Christi em Brasília e arredores. A escola oferece ensino para cerca de 100 crianças de 3 e 4 anos do Paranoá, uma das regiões do Distrito Federal com maior defasagem de escolas por alunos.

“A construção da Capela para nós tem um significado transcendental. Colher os frutos espirituais de todos voluntários que, através de suas obras e testemunho, estiveram aqui para mudar a realidade dessa comunidade nos dá força e ânimo para seguirmos com nossa missão.”, diz Caio Freitas, Diretor do Colégio Mão Amiga.

A entrega da construção se encerrou com uma missa celebrada por Dom Marcony Ferreira, Bispo Auxiliar de Brasília, em um momento recheado de abraços e sorrisos. A equipe arrecadou recursos em missas, promoveu um Festival de Crepes e mobilizou toda a comunidade Regnum Christi em prol da ação.

“Estivemos em constante oração e nos mantivemos unidos para criar estratégias e arrecadar fundos. Foi um trabalho árduo, mas que com muito apoio se tornou possível. A paciência, o respeito e a confiança foram essenciais para que a equipe pudesse atingir o objetivo. Agora, nos resta a saudade desses dias e a certeza de que no final tudo sempre dá certo”, celebra Stephany Castro, Diretora do programa Superação em Brasília.

Além dos 70 voluntários da ONG Sonhar Acordado de diferentes localidades do Brasil, estiveram presentes dois sacerdotes e três consagradas: Pe. Daniel Hinestroza, LC, Pe. Sérgio Barbosa, LC, Luisa Almeida, Elisa Ruiz e Mariana Miranda. O Pe. Oswaldo Verdin, LC, diretor do Colégio Mão Amiga João Paulo II e o Pe. Cleomar Ferronato, LC, diretor territorial do Regnum Christi também visitaram a atividade durante o SuperAção.

Assista a uma reportagem veiculada pela TV Globo sobre esses dias no SuperAção: https://globoplay.globo.com/v/7430795/

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

clear formPost comment